orçamento familiar

Guia do orçamento familiar: como organizar as finanças de sua casa?

Ter um orçamento familiar equilibrado é um desafio para muitas famílias brasileiras. Afinal, a educação financeira não é muito difundida no país, o que contribui para elevados níveis de endividamento. De acordo com a Confederação Nacional do Comércio (CNC), 67,5% das famílias brasileiras declararam-se endividadas até agosto de 2020. Esses números são impressionantes, não é mesmo? Por isso, é importante que você faça um controle das suas finanças para não pertencer a essa estatística. 

Além disso, é essencial buscar alguns meios para que você e a sua família tenham maior segurança no caso de alguma eventualidade. Em situações imprevisíveis, como acidentes de carro ou a perda de um integrante que garante o sustento dos familiares, é indispensável ter alternativas a fim de evitar que a situação fique ainda pior. E a contratação de um seguro é uma ótima escolha para quem busca segurança financeira.

Por esse motivo, preparamos este artigo para ajudar você e sua família a livrarem-se das dívidas e terem um orçamento equilibrado. Também mostramos como a contratação de um seguro pode auxiliar nessa questão. Quer saber como isso pode ajudar na realização dos seus sonhos? É só continuar a leitura!

Qual a importância do orçamento familiar? 

Primeiramente, é importante ter em mente que o orçamento familiar é uma ferramenta que ajuda você e a sua família a entender como está a situação das suas finanças. Ele dá um panorama de quanto as receitas já estão comprometidas com os gastos mensais e quanto pode ser utilizado para comprar aquele item que vocês tanto desejam ou para realizar aquela viagem especial, por exemplo.

Por isso, além de fazer o orçamento, é fundamental que todos os membros da família tenham noção do grau de comprometimento das suas finanças. Assim, todos conseguem tomar algumas atitudes que contribuem para o bem comum.

Qual a relação entre saúde da família e orçamento familiar? 

Saúde e dinheiro costumam ter uma relação muito próxima. Afinal, problemas financeiros costumam afetar a saúde física e mental dos endividados, o que, muitas vezes, impacta nas suas relações familiares.

Por isso, é muito importante que todos conheçam a situação financeira da família com o intuito de viverem dentro de um padrão de vida adequado. Além disso, considere ter uma reserva de emergência para passar por momentos de incerteza. Desse forma, é possível evitar dívidas, o que contribui para a harmonia do lar e para a promoção de melhores níveis de saúde e bem-estar.

Quais as vantagens do orçamento familiar?

A seguir, apresentamos alguns dos principais benefícios de ter um bom orçamento familiar. Confira!

Gastos mais responsáveis

Ao entender o nível de comprometimento das suas finanças, os familiares terão maior responsabilidade ao fazer algumas dívidas. Dessa forma, a tendência é que todos se tornem consumidores mais conscientes e reflitam com mais frequência sobre a real necessidade de efetuar algum gasto.

Redução das dívidas

Ao fazer um orçamento familiar, todos saberão qual é o limite de gasto extra para cada mês. Com isso, se todos agirem de maneira colaborativa e consciente, a diminuição do endividamento será consequência dessa maior responsabilização pelas despesas.

Recursos para alcançar objetivos

A adoção de hábitos de consumo mais conscientes ajudará você e a sua família a alcançar os objetivos traçados em conjunto. Afinal, a colaboração de todos vai facilitar na economia de recursos que poderão ser utilizados para outras finalidades.

União entre os membros da família

A responsabilização pelos gastos e a cooperação entre os familiares para ter um orçamento equilibrado proporcionará uma maior união entre todos. Isso, porque toda a família agirá como uma equipe que busca atingir um objetivo em comum.

Como funciona a educação financeira dentro de casa? 

Como consequência dos baixos níveis de educação financeira no país, é comum que os filhos não conheçam a real situação financeira da sua família. O mais surpreendente é que, muitas vezes, nem mesmo os responsáveis financeiros da casa realmente conhecem a realidade das suas finanças.

Algumas pessoas se preocupam apenas em ganhar muito dinheiro, mas não têm consciência de quanto são as suas dívidas e não fazem nenhum tipo de controle. Com isso, acabam se endividando mesmo tendo salários altos.

Para evitar que a sua família passe por esse tipo de situação, é importante que todos tenham consciência do total das receitas e despesas do mês. Dessa forma, conseguem agir em conjunto para ter um orçamento equilibrado.

Quais são os passos para montar o orçamento familiar perfeito?

Agora que você já sabe a importância de ter um orçamento familiar equilibrado, chegou a hora de colocar a mão na massa para alcançar esse objetivo. Veja algumas dicas que separamos para ajudá-lo nesse processo!

Estabeleça objetivos 

A definição de metas e objetivos é essencial para um orçamento familiar perfeito. Por exemplo, se todo mês os membros da família devem realizar algum tipo de sacrifício financeiro, é muito importante que todos conheçam a recompensa que terão no futuro. Dessa forma, se sentem motivados e engajados para o alcance do bem comum.

Envolva a família 

Esse ponto não pode ser negligenciado, pois a atitude de cada um é importante para garantir a saúde e o bem-estar financeiro dos familiares. Afinal, não adianta os membros concordarem em ter um determinado padrão de vida se uma das pessoas gasta muito além do que devia. Por isso, é necessário que todos estejam conscientes e tenham ações pensando no coletivo.

Liste gastos e rendas 

Conhecer todas as fontes de rendas e os gastos é fundamental para ter um bom orçamento familiar. Para isso, você pode usar uma planilha ou algum aplicativo específico para cadastrar todas as receitas e despesas da família. Ao fazer isso, é importante especificar:

  • os gastos fixos, como aluguel ou prestação da casa, mensalidade da escola ou faculdade, condomínio, entre outros;
  • os gastos variáveis, como gastos com supermercado, lazer, energia elétrica etc.

Com isso, você e os seus familiares conseguem observar alguns gastos desnecessários ou que estão sendo realizados em excesso, por exemplo.

Corte despesas 

Após conhecer a real situação financeira da família, é possível cortar os gastos supérfluos. Por exemplo, se vocês têm a assinatura de um serviço de streaming que é pouco utilizado, avalie se é necessário manter esse gasto todos os meses. Se chegarem à conclusão de que ele não fará falta ou que a relação custo-benefício é pouco compensadora, não hesite em cortar essa despesa do seu orçamento.

O importante é fazer uma avaliação em conjunto com os seus familiares de todos os gastos enquadrados na categoria de despesas variáveis. Além disso, todos devem se sentir confortáveis com as decisões tomadas. Afinal, você não quer ocasionar um mal-estar na sua família, não é mesmo?

Faça um planejamento para os próximos meses

Além de conhecer os seus gastos atuais, é essencial fazer um planejamento financeiro pessoal para os meses seguintes. Isso, porque existem momentos em que os gastos aumentam — como nos períodos de compra de materiais escolares ou de matrícula nas universidades — e você deve se preparar para eles.

O ideal é que, em todo fim de ano, você e a sua família façam um orçamento para o ano seguinte, inserindo todas as previsões de receitas e despesas para o período. Esse também pode ser um bom momento para discutirem os objetivos que querem alcançar.

Aproveite para investir

A realização de investimentos deve ser uma das prioridades para quem quer ter um orçamento equilibrado. Afinal, é importante se prevenir e se preparar para o futuro. Por isso, separe um montante do seu capital para fazer aportes mensais, seja em investimentos de renda fixa ou de renda variável. 

Outra alternativa muito interessante e vantajosa é a contratação de um seguro. Atualmente, existem no mercado algumas opções que podem ser feitas sob medida para atender algumas necessidades específicas do segurado. Alguns tipos de seguro existentes são:

Por que fazer um seguro?

Ter um orçamento equilibrado é um passo muito importante para garantir o conforto e o bem-estar da sua família. Porém, é relevante ter em mente que imprevistos acontecem e você deve estar preparado para todas as situações.

Uma perda inesperada ou um acidente de carro são situações que podem ocasionar grandes danos materiais, impactando diretamente a vida dos seus familiares. E um seguro pode fornecer a proteção necessária para essas situações. 

A seguir, apresentamos alguns benefícios de fazer a contratação de um seguro!

Proteção para a família

Um seguro fornece a proteção necessária para você e os seus familiares diante de algum sinistro. Dependendo da modalidade contratada, ele cobre todas as despesas ocasionadas por algum evento adverso, o que não prejudica o seu orçamento familiar.

Por exemplo, se acontece um sinistro no seu carro, o seguro cobre todas as despesas e até faz a reposição do bem nos casos de perda total. Dessa forma, você não precisa usar o dinheiro que estava guardando para determinado objetivo a fim de cobrir esse gasto inesperado.

Comodidade e tranquilidade

O seguro fornece maior tranquilidade para você e sua família. Por exemplo, se você faz um seguro de vida, os seus beneficiários não ficarão desamparados se você faltar. Isso, porque eles recebem um montante de recursos considerável que poderá ser utilizado da melhor maneira possível. Além disso, esse tipo de seguro também pode ser acionado em casos de doenças graves na família. Com isso, todos terão maior segurança quanto ao futuro. 

Adequação de coberturas às necessidades de cada um

Essa é uma das grandes vantagens da contratação de um seguro. Você pode escolher apenas aquelas coberturas que fazem sentido para o seu perfil e o dos seus familiares. Dessa forma, os custos acabam sendo reduzidos e você e a sua família têm a proteção necessária para o estilo de vida que levam.

Relação custo-benefício

Investir em um seguro é uma ótima alternativa para aplicar o seu dinheiro. No caso de algum sinistro, o valor do ressarcimento costuma ser muito maior que o investido. Por exemplo, se você guardar todo mês o valor correspondente a uma mensalidade de um seguro em uma aplicação financeira e ocorrer alguma eventualidade, o valor acumulado será muito menor que o necessário para cobrir os danos do sinistro.

Como contratar um seguro?

Agora que você já entendeu que a contratação de um seguro é uma ótima alternativa para manter um orçamento equilibrado e garantir a maior segurança financeira da sua família, deve estar curioso para entender como realizar a contratação de um, não é mesmo? Por isso, separamos algumas dicas com a finalidade de ajudar você a fazer a melhor escolha. Acompanhe!

Verifique se é adequado ao seu estilo de vida

Existem vários tipos de seguros no mercado. Por isso, é importante que você analise o seu estilo de vida e da sua família, a fim de saber quais são os tipos que fazem sentido para vocês. Afinal, não tem lógica em contratar um seguro de carro se não possui nenhum veículo, certo?

Avalie se cabe no seu orçamento

Que a contratação de um seguro fornece maior segurança financeira para você e a sua família já deu pra entender, correto? Porém, é primordial avaliar se o valor das mensalidades está dentro do seu orçamento. Portanto, ao fazer a cotação de um seguro, escolha uma seguradora de confiança e que pratique preços que você pode pagar sem comprometer o seu orçamento.

Conheça as coberturas

Antes de contratar qualquer seguro, é essencial que você avalie todas as coberturas. Não é nada interessante descobrir que não tem determinada cobertura se precisar acionar o seguro, não é mesmo? Portanto, avalie tudo que está contratando e tire todas as suas dúvidas com a corretora de seguros antes de assinar o contrato. Dessa forma, você evita qualquer situação desagradável, caso ocorra algum sinistro.

Como você pôde perceber, ter um orçamento familiar equilibrado é importante para garantir não apenas a saúde financeira, mas também para promover a saúde física e mental de todos os membros da sua família. Por isso, não deixe de adotar todas as dicas que apresentamos ao longo do texto, para que vocês alcancem os seus sonhos.

E aí, gostou deste post? Entendeu a importância de fazer um orçamento familiar com o objetivo de garantir maior segurança e bem-estar para a sua família? Então, compartilhe nas suas redes sociais e deixe seus amigos bem informados!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.